Sobre o LETTRA DIGITAL

O LETTRA DIGITAL é um jornal digital, lançado em 2020, com o objetivo de trazer contexto às notícias e ampliar o acesso a dados e estatísticas, a partir de fatos e dados comprovados, isentos e imparciais. Sempre de forma inovadora e a partir de conteúdos instigantes, sua produção editorial privilegia o rigor e a qualidade da informação.

Desde a sua fundação, o LETTRA DIGITAL tem como principal motivação produzir um jornalismo que contribua para um princípio informativo baseado em realidades factuais e que seja entendido como uma ferramenta para dar suporte ao conhecimento, ao entendimento da realidade e para a tomada de decisões. 

Seus princípios editoriais são a independência, a clareza e a transparência.

Por meio da independência, o jornal busca ser uma fonte de informações com credibilidade, capaz de dialogar com as mais diversas perspectivas, sociais e políticas, mesmo que antagônicas.
Com a clareza, pretende conectar o interesse imediato do público a fatos complexos de relevância.
A transparência garante uma nova relação de confiança e interação com sua audiência.

Todas as possibilidades da plataforma digital são exploradas com uma abordagem única, usando uma diversidade de formatos como infográficos, materiais interativos, vídeos e podcasts, colocando a experiência do usuário no centro da produção.

O LETTRA DIGITAL é uma iniciativa independente, financiada com recursos próprios. Com sede no estado de São Paulo, sua equipe é constituída por colaboradores com diferentes formações e habilidades, incluindo jornalismo, economia, ciências sociais, estatística, ciência de dados, tecnologia, marketing e negócios.


© 2021 | Todos os direitos deste material são reservados ao LETTRA DIGITAL Comunicação e Serviços Ltda, conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

 

 

 

 

Padrão Editorial


O LETTRA DIGITAL é um jornal que lida com temas gerais do Brasil e do mundo. Seu objetivo é produzir conteúdos que contribuam para informação de público qualificado e diversificado, segundo os princípios editoriais de independência, clareza e transparência. A seguir, estão listados os procedimentos para a publicação de um conteúdo no LETTRA DIGITAL, organizados em verbetes.

PAUTA
A escolha dos temas tratados no LETTRA DIGITAL atende aos critérios de interesse público do assunto; originalidade da abordagem; oportunidade para oferecer explicação e contexto que qualifiquem o debate público; pluralidade de temas e abordagens; iniciativas ou projetos que possam trazer novas habilidades e/ou conhecimentos ao leitor. A escolha do formato também é decisiva. Para o LETTRA DIGITAL, cada história tem uma vocação. Há histórias que só funcionarão se contadas em gráfico. Outras, em vídeo, texto, interativo, áudio ou outro formato.

FONTES DE INFORMAÇÃO
O LETTRA DIGITAL recorre a muitas fontes especializadas e da academia. É preciso ouvir (pessoalmente, por telefone, mensagens de áudio ou texto) profissionais qualificados para tratar o tema em questão, apresentando suas respectivas qualificações para o leitor. Há de se observar, também, a diversidade regional, de gênero e cor/raça dos entrevistados pelo jornal. Quando há um documento público disponível, como pesquisas, estudos e documentos oficiais ou extraoficiais, recorremos à fonte original. Apurações de outros veículos precisam ser atribuídas com link. Materiais exclusivos de outros veículos precisam ser creditados com o nome do veículo em questão.

“OFF”
As declarações off the record, em que a fonte pede para não ser identificada, são um recurso valioso no jornalismo. O LETTRA DIGITAL, porém, não recomenda seu uso extensivo. A prioridade é se apoiar em informações públicas. Quando um outro veículo traz uma informação exclusiva baseada em off cuja repercussão mexe no debate público, é possível usar a informação, com crédito e link ao material original.

OUTRO LADO
Qualquer pessoa, empresa ou órgão público citado de forma crítica ou demeritória em um conteúdo do LETTRA DIGITAL deve ser ouvido ou ter uma versão que já tenha sido publicada em outros veículos devidamente destacada e linkada. Caso não seja possível, é preciso mostrar os esforços realizados e os caminhos percorridos pela apuração na tentativa de ouvir o outro lado.

LINGUAGEM
O LETTRA DIGITAL tem texto direto, padrão, claro e formal. Os textos, gráficos, áudios, vídeos e materiais interativos do jornal priorizam a clareza, o equilíbrio e a transparência da apuração. A contextualização dos fatos, o momento em que eles ocorrem e o histórico relacionado a eles são fundamentais para que o LETTRA DIGITAL possa qualificar o debate público.  O uso de subtítulos e outras peças valorativas, como frases e listas, é recomendado.

TÍTULO
No LETTRA DIGITAL, sempre vão além da descrição simples, como “Papa morre”. É recomendável usar as perguntas do lide jornalístico (o que, quem, quando, onde, como e por quê), que adiantam aos leitores o que encontrarão ao ler uma matéria.  Exceção feita aos textos opinativos (colunistas e ensaístas).

AUTORIA
O LETTRA DIGITAL valoriza os profissionais de seu time e credita a autoria de tudo o que é publicado no jornal. Todos os conteúdos trazem o nome dos seus respectivos autores — sejam criadores de texto, imagens, infográficos, layout e desenvolvimento — com igual destaque, logo abaixo do título, e credita participações com menor envolvimento na produção como “colaboração” no fim do conteúdo. No caso de especiais, há também uma ficha de expediente ao final do conteúdo, onde consta também o nome do editor responsável pelo material. Na página Nossa Equipe, é possível encontrar informações sobre os profissionais do jornal, como formação acadêmica, trajetória profissional e link para suas redes sociais. Todos os conteúdos publicados no LETTRA DIGITAL passam pelas mãos de um editor (ler mais no item “Edição”), que garante a qualidade dos padrões editoriais aqui descritos, para além dos autores que assinam os conteúdos. A creditação com igual destaque de todos os profissionais de diferentes áreas envolvidos na produção de nossos conteúdos é a melhor tradução dos processos colaborativos que caracterizam o trabalho no jornal, além de consolidar a marca Nexo, para além dos profissionais que trabalham no veículo.
As matérias elaboradas pela equipe de redação são publicadas sem referência específica.

FOTOS
São sempre creditadas e usadas em conformidade com seus direitos autorais. O jornal evita fotos depreciativas de qualquer pessoa, seja ela uma figura pública ou não. As legendas das fotos não necessariamente descrevem a imagem, mas precisam trazer informações básicas a respeito dela, como local onde foi feita e quem retrata. O LETTRA DIGITAL não publica foto ou vídeo de crianças e adolescentes sem autorização ou qualquer imagem de crianças ou adolescentes infratores.

INTERATIVIDADE
É uma ferramenta importante na busca por novas narrativas. Seu uso tem necessariamente de expôr conteúdo jornalístico que traga reflexão. Um quiz ou um jogo, por exemplo, precisa ser pensado de forma a garantir essa função.

INFOGRAFIA E DADOS
A apresentação de dados por meio de gráficos é central na maneira de contar histórias do LETTRA DIGITAL. É preciso checar os métodos de pesquisa por trás dos números antes de publicá-los. Os gráficos devem ter funcionalidade e estar de acordo com o projeto gráfico do jornal.

EDIÇÃO
O diálogo constante entre redatores e editores, além da relação estreita com a direção, são essenciais para a produção de conteúdos completos. Esse diálogo tem de ocorrer na elaboração das pautas, durante a sua execução e no processo de edição. Nenhum conteúdo do LETTRA DIGITAL é publicado sem passar por um duplo processo de edição jornalística e de texto.


CORREÇÃO
A política do LETTRA DIGITAL é corrigir eventuais erros de maneira ágil e transparente. Quando um erro de informação é apontado, os editores responsáveis pelo conteúdo fazem uma rechecagem dos dados. Se constatado o erro, o conteúdo é corrigido e passa a ser acompanhado por uma nota intitulada ESTAVA ERRADO, na qual é destacada a informação corrigida e o momento em que foi corrigida. Leia mais na política de erros do jornal.


© 2021 | Todos os direitos deste material são reservados ao LETTRA DIGITAL Comunicação e Serviços Ltda., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

 

 

 

 

 

Política de Ética

Profissionais do LETTRA DIGITAL se pautam pelo rigor na conduta ética. Para isso, adotam as seguintes orientações:
Não produzir conteúdos nos quais tenham interesse pessoal diretoNão obter vantagens pessoais em razão de sua posição no jornalConvites para a participação de eventos ou viagens promovidos pelos setores público e privado precisam ser previamente aprovados pela direção. Caso haja áreas reservadas para jornalistas nesses eventos, o jornal realizará o devido credenciamento.Não recebem presentes. O que for enviado deve ser devolvido com agradecimento e explicação sobre os procedimentos do jornal.Essa lista não é exaustiva. A política de ética do Nexo deve ser complementada diante de novas situações que o jornal e seus profissionais possam enfrentar.

Diversidade na redação

Para o LETTRA DIGITAL, a diversidade da redação em relação à raça/cor, gênero, classe social e geografia é fundamental para garantir a produção de um jornalismo de qualidade, plural, que retrate diferentes perspectivas e que esteja em constante diálogo com as grandes questões do mundo contemporâneo. O jornal vem aperfeiçoando seus processos de contratação nesse sentido. Além disso, o LETTRA DIGITAL está investindo no desenvolvimento de novos talentos.


© 2021 | Todos os direitos deste material são reservados ao LETTRA DIGITAL Comunicação e Serviços Ltda, conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

 

 

 

 

 

Sobre a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais LGPD

O LETTRA DIGITAL tem como princípios editoriais a clareza, a independencia e a transparência. Esses princípios norteiam a atuação do jornal e regem também a atuação da empresa como um todo. É a partir dessas premissas que o LETTRA DIGITAL trata os dados pessoais de todos os seus assinantes, leitores, funcionários e colaboradores.
O LETTRA DIGITAL reconhece a privacidade como um direito fundamental e assegurá-lo é um princípio do jornal.
Este Relatório de Impacto à Proteção de Dados Pessoais trata dos dados que o LETTRA DIGITAL administra em suas plataformas e serviços proprietários, como o seu site, seu serviço de entrega de newsletters e seus aplicativos.
As propriedades digitais que o LETTRA DIGITAL apresenta em outras plataformas, tais como perfis em redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn ou o canal do YouTube, são regidas pelas políticas de cada controlador segundo seus parâmetros.
Quando o LETTRA DIGITAL e seus parceiros utilizam informações das pessoas que se relacionam com o jornal, sejam dados pessoais, sobre seus aparelhos ou conexões, ou acerca das interações com os produtos do jornal, o intuito é sempre de analisá-las para oferecer uma boa experiência de consumo e aprimorá-la constantemente.

Cookies essenciais do LETTRA DIGITALAo estar disponível online, o LETTRA DIGITAL utiliza cookies e tecnologias similares de modo a enriquecer as experiências de leitores e assinantes na entrega do conteúdo.

Algumas dessas tecnologias são necessárias para ajudar o site a funcionar corretamente e não podem ser desabilitadas. Outras servem para melhorar a performance do site ou para fornecer métricas, e são opcionais, podendo ser desabilitadas por meio dos sites dos parceiros.
O LETTRA DIGITAL grava cookies para determinar as credenciais de cada pessoa que acessa o site do jornal. Uma vez requisitado cada conteúdo, com base no cookie enviado pelo navegador da pessoa, o LETTRA DIGITAL é capaz de proporcionar conteúdo personalizado, como, por exemplo, acesso ilimitado e integral para os assinantes, acessos parciais a pessoas cadastradas, ou outras experiências.

Dados pessoais

Pessoas visitantes do siteA pessoa que acessa o site do LETTRA DIGITAL e não possui uma conta ou não está logada em uma conta do jornal tem a sua visita monitorada por meio de cookies, que medem os padrões de acesso, sempre de forma anonimizada e para ser utilizada de forma agregada.
A partir dos dados do navegador pelo qual a pessoa acessa o site do LETTRA DIGITAL, o jornal registra os conteúdos visitados e o comportamento daquela pessoa a partir daquele navegador. Ou seja, cada dispositivo ou aparelho ou mesmo cada navegador é entendido como uma pessoa que acessa o jornal.
É impossível identificar individualmente a pessoa a partir desses cookies ou mesmo associá-la a qualquer outro dado pessoal.
Ainda que essa pessoa seja uma visitante frequente, suas informações não podem ser salvas, ou seja, a cada acesso ao site, a pessoa é entendida como uma nova visitante ou como uma visitante recorrente, sem que seja possível identificá-la.
Essas métricas coletadas dos visitantes anônimos servem para auxiliar em telemetrias de padrões de acesso.

Pessoas cadastradas em newslettersA pessoa que se inscreve para receber qualquer uma das newsletters enviadas pelo LETTRA DIGITAL entrega ao jornal o seu endereço de e-mail. O endereço de e-mail da pessoa fica salvo no serviço próprio de envio de e-mails do jornal. O LETTRA DIGITAL enviará a essa pessoa a newsletter em que ela está cadastrada com a periodicidade indicada.

O LETTRA DIGITAL pode enviar outros e-mails informativos ou promocionais para as pessoas que se cadastraram em seus serviços de newsletters.
Em todos os e-mails enviados pelo serviço existe um link para que a pessoa possa retirar o seu endereço de e-mail daquela lista em particular. A pessoa pode também, a qualquer momento, solicitar à equipe do LETTRA DIGITAL que deixe de enviar qualquer outro e-mail no qual tenha se inscrito ou que a descadastre da base de e-mails do jornal.
O serviço de envio de e-mails do LETTRA DIGITAL é próprio. Ele foi desenvolvido e é administrado pela equipe do jornal. Em nenhuma hipótese, o jornal compartilha a sua base de cadastrados em seu serviço de e-mails com qualquer parceiro ou com outros serviços.

Pessoas que criam conta no jornalQuando uma pessoa cria uma conta ou assina o Nexo, o jornal coleta as seguintes informações pessoais:

Nome
Sobrenome
e-mail
Senha
CPF
É por meio do login utilizando e-mail e da senha que o jornal identifica os usuários cadastrados e assinantes para exibir o conteúdo exclusivo.
A solicitação do número do CPF da pessoa que assina o jornal é uma exigência do sistema gateway de pagamento para a realização de qualquer transação monetária. O CPF é utilizado pelo sistema de pagamento para auxiliar em identificações antifraude. Além disso, desde 2018, por determinação da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), todos os boletos emitidos devem ser registrados e neles deve constar o CPF da pessoa pagadora.
SenhaA política de criação de senha do LETTRA DIGITAL apenas estabelece o tamanho mínimo de seis dígitos, ficando a critério de cada pessoa escolher a sua senha, da forma como desejar.
A senha da pessoa que cria conta no jornal não é gravada como texto simples. Uma vez inserida, ela é convertida em SHA-256 e hexadecimal e enviada com encriptação para o servidor do LETTRA DIGITAL. O servidor cria um segredo único, em forma de valor, que será verificado a cada vez que a pessoa inserir a sua senha.
Dessa forma, o LETTRA DIGITAL não apenas não registra a senha da pessoa cadastrada, como também não permite o acesso de nenhuma pessoa de sua equipe à informação que poderia identificar a senha. Além disso, não é possível fazer a decriptação sem o conhecimento da senha.
Nos casos em que a pessoa cadastrada entra em contato solicitando auxílio para alterar sua senha, a equipe do jornal apenas reseta a senha da pessoa para que ela mesma crie outra senha de sua preferência.
A equipe do LETTRA DIGITAL recomenda a criação de uma senha forte. Este conteúdo publicado pelo jornal pode servir como referência para a criação de uma senha mais segura.
Dados do cartão de créditoAo realizar uma assinatura do jornal ou qualquer outra compra no site do LETTRA DIGITAL, para pagamentos com cartão de crédito, são requisitadas as seguintes informações:
Número do cartão
Nome de exibição
CVC
Data de Validade
Esses dados trafegam de forma criptografada do navegador da pessoa que os fornece para o sistema do LETTRA DIGITAL, que envia para o sistema de pagamento parceiro, que então realiza a cobrança com a operadora de cartão de crédito.
O LETTRA DIGITAL não guarda em seus sistemas nenhuma informação relativa aos dados do cartão de crédito. Esses dados ficam sob guarda do sistema de pagamento parceiro (ver abaixo).
Ao acessar o sistema de pagamento, a equipe do jornal tem acesso somente a dados parciais do cartão de crédito utilizado como meio de pagamento. A equipe do jornal pode verificar apenas os quatro últimos dígitos do cartão de crédito em casos de solicitações de atendimento.
Serviço de entrega de newsletterPara envio de newsletters ao público geral e a seus assinantes, o LETTRA DIGITAL coleta em seu site os endereços de e-mail das pessoas que se cadastram para receber qualquer newsletter ou como assinante do jornal.
Esse dado único é armazenado em um sistema de gestão própria do LETTRA DIGITAL e é apenas utilizado para os fins de envio das newsletters e outras comunicações do jornal.
Ao se inscrever em uma das newsletters, é implícita a inscrição na base de dados de e-mails do LETTRA DIGITAL. Os endereços de e-mails que fazem parte da base de dados do jornal não são compartilhados com terceiros, e apenas a equipe responsável pelo envio de newsletters possui acesso a eles.
A instrução para o descadastramento de cada newsletter específica se encontra no rodapé de cada e-mail enviado, podendo ser realizado a qualquer momento pela própria pessoa. Outra opção para o descadastramento é a requisição ao serviço de atendimento ao cliente do jornal.
Quando o jornal envia uma newsletter ou qualquer outra comunicação por e-mail, é possível verificar se aquele endereço de e-mail cadastrado na base do jornal recebeu aquela comunicação e se abriu o e-mail enviado. É também possível verificar em qual ou quais links daquele e-mail enviado a pessoa que o recebeu clicou.
Serviço de atendimento ao clienteToda comunicação de qualquer pessoa recebida pelo LETTRA DIGITAL por meio de qualquer um de seus canais de contato, seja redes sociais, e-mail, telefone ou mensageiros, é tratada de forma totalmente independente da base de dados de assinantes e cadastrados no jornal.
Quando essa comunicação gera um atendimento ao cliente, os dados enviados pela pessoa que faz o contato são armazenados e administrados na própria infraestrutura do LETTRA DIGITAL e acessados apenas pela equipe de atendimento ao cliente do jornal. Apenas essa mesma equipe e as equipes técnicas em momentos de manutenção dos sistemas possuem acesso a esses dados.
O LETTRA DIGITAL não compartilha em hipótese alguma esses dados. Qualquer fonte de contato com o jornal tampouco alimenta qualquer outra base, sendo limitada aos objetivos de comunicação entre a pessoa e o jornal.
Conteúdos editoriaisQualquer conteúdo editorial do LETTRA DIGITAL com interatividade não realiza qualquer tipo de armazenamento de informações ou dados que possam ser considerados sensíveis.
Quando uma pessoa acessa um conteúdo interativo do LETTRA DIGITAL, ela pode ser solicitada a incluir dados pessoais, preferências ou outras informações sensíveis.
Esses dados são usados apenas e tão somente para devolver o resultado no comportamento esperado para aquele conteúdo interativo, e não são armazenados de nenhuma forma pelo jornal.
É impossível identificar a pessoa que inseriu seus dados em qualquer conteúdo interativo, da mesma maneira como as informações incluídas durante a interação com o conteúdo não servem para associação com os perfis de acesso das pessoas que interagem com ele.
Outras naturezas de tratamento de dados pessoaisPor questões legais, o LETTRA DIGITAL mantém registro dos dados pessoais de seus colaboradores fixos ou eventuais pelo tempo exigido por lei. O jornal não compartilha esses dados com nenhuma organização terceira que não seja considerada essencial, como agências de governo ou para operações essenciais como as fiscais ou bancárias.
Em seus processos seletivos, o LETTRA DIGITAL coleta uma série de dados pessoais que variam a cada caso. Esses dados pessoais são tratados com as mesmas proteções e cuidados dos dados pessoais de pessoas leitoras, cadastradas, assinantes e colaboradoras do jornal.
A pessoa que se candidata nos processos seletivos do jornal deve manifestar o desejo de excluir as suas informações pessoais da base de dados do jornal após o fim de cada processo seletivo, se assim desejar.
Caso a pessoa não se manifeste a esse respeito, o jornal guarda em sua base de dados, de forma segura e com acesso restrito, as informações pessoais da pessoa que se candidatou a qualquer processo seletivo pelo tempo que considerar apropriado.
Cuidados com os dadosTodos os dados que a pessoa envia ao LETTRA DIGITAL trafegam de forma segura em requisições criptografadas. Qualquer informação armazenada nos bancos de dados do jornal é criptografada. Apenas as pessoas que trabalham nos times de distribuição, tecnologia, atendimento ao cliente e operações possuem acesso a dados pessoais de pessoas leitoras, cadastradas e assinantes do LETTRA DIGITAL.
Todas as pessoas da equipe do Nexo que têm acesso a todo e qualquer dado pessoal são treinadas para acessá-los e guardá-los de forma segura.
ParceirosSegue abaixo uma lista de parceiros que fazem tratamentos de dados das pessoas que acessam o LETTRA DIGITAL:
ANCHOR.FM
O LETTRA DIGITAL utiliza o Anchor.fm para hospedar um de seus podcasts. Utiliza também a widget do Anchor.fm, que coleta informações do streaming do conteúdo hospedado nessa plataforma.
AWS
O LETTRA DIGITAL poderá utilizar a AWS (Amazon Web Services) como provedor de infraestrutura de Cloud e adere aos princípios do Well-Architected Framework para segurança de todos os seus serviços. Parte do tratamento de dados que o LETTRA DIGITAL realiza se dá diretamente na infraestrutura do jornal na AWS. O armazenamento desses dados é regido pelo Modelo de responsabilidade compartilhada.
FACEBOOK
O LETTRA DIGITAL utiliza o pixel do Facebook para fins de entendimento de sua audiência e interações diversas na plataforma. O pixel gera alguns cookies no sistema da pessoa que acessa o site do jornal caso ela também tenha uma conta em uma das redes sociais de propriedade do Facebook. O acesso aos dados das interações medidas pelo pixel só é feito pelo jornal de forma agregada. É impossível para a equipe do LETTRA DIGITAL individualizar esses dados de qualquer forma. O Facebook é o responsável pelo controle e guarda dessas informações pessoais.
GOOGLE
O LETTRA DIGITAL utiliza o Google Analytics e o Google Tag Manager para coletar informações agregadas de sessões e visitas ao site. Esses serviços geram cookies no sistema da pessoa que acessa o jornal.
MATHER
Há um pixel controlado pela empresa de consultoria Mather que faz telemetria de forma agregada dos usos do site para fins de análise e criação de campanhas personalizadas.
PAGAR.ME
O Pagar.me é o gateway de pagamento que recebe e processa as informações referentes a pagamentos para compra de assinaturas ou qualquer compra no site do jornal. 
SENTRY
O LETTRA DIGITAL utiliza telemetria no front end para registro de erros e para identificar informações do ambiente, tais como a natureza do erro, navegador e sistema operacional. Esses dados são coletados para possibilitar um feedback rápido de eventuais problemas, sua identificação e encaminhamentos para a correção.
SOUNDCLOUD
O LETTRA DIGITAL utiliza o SoundCloud para hospedar quase todos os seus podcasts. Utiliza também a widget do SoundCloud, que coleta informações do streaming do conteúdo hospedado nessa plataforma.
SPROUT
As interações que as pessoas têm com o LETTRA DIGITAL nas redes sociais do jornal são agregadas e exibidas pela ferramenta Sprout. Essa ferramenta reúne os comentários e menções que qualquer pessoa faça nos perfis de plataformas sociais do jornal, que são então lidas e gerenciadas pela equipe de atendimento do LETTRA DIGITAL. O jornal tem acesso a essas interações quando estão em suas redes sociais e pode respondê-las, deletá-las ou apenas arquivá-las. O gerenciamento dessas interações para que deixem de ser visíveis pelo jornal deve ser feito diretamente por cada pessoa em seus próprios perfis nas redes sociais. Site do parceiro.
STIBO DX
O CMS (Content Manager System) Stibo DX utilizado pelo LETTRA DIGITAL também usa a AWS como infraestrutura e não faz qualquer tipo de tratamento de dados pessoais de assinantes. Ele armazena apenas as informações pessoais da equipe do jornal, que pode gerenciar os conteúdos publicados no site. 
TYPOGRAPHY.COM
O LETTRA DIGITAL poderá utilizar fontes proprietárias para personalização da experiência de leitura. Essas fontes são de uso exclusivo para o domínio www.lettradigital.com.br e seus subdomínios. Para assegurar essa entrega, esse parceiro grava cookies nos computadores que acessam o domínio e subdomínio do jornal, de forma a servir as fontes corretas no momento do acesso. 
YOUTUBE
O LETTRADIGITAL utiliza a plataforma YouTube para hospedar seus vídeos. Cada página do jornal que possui um vídeo do YouTube recebe um cookie dessa plataforma e também um cookie do sistema Doubleclick da rede de anúncios do YouTube, mesmo em casos de vídeos que não exibem publicidade. Esses dados não são compartilhados com o Nexo pela plataforma. O jornal apenas acessa dados agregados de visualização e demografia, de forma unificada, dos vídeos incorporados ao site do jornal e dos visualizados diretamente em seu canal na plataforma. 
LGPDDe acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil, qualquer pessoa tem o direito de acessar, corrigir, portar, eliminar seus dados, além de decidir se deseja aceitar a forma com que o jornal trata seus dados pessoais.
Em determinadas circunstâncias, a pessoa também tem o direito de se opor ao tratamento de seus dados pessoais ou restringi-lo.
O LETTRA DIGITAL Comunicação e Serviços Ltda., empresa registrada no CNPJ 10.758.385.0001.04, é o controlador de dados responsável pelas informações das pessoas que acessam o jornal.
É facultado a todas as pessoas acionar o LETTRA DGITAL para exercer seus direitos de ter seus dados pessoais removidos da base de dados do jornal a qualquer momento.
Compromisso de NotificaçãoQualquer alteração neste documento de tratamento de dados, assim como da Política de Privacidade e Termos de Uso será comunicada e tornada pública.
Na hipótese de qualquer vazamento de dado pessoal que ocorra nos sistemas do LETTRA DIGITAL, o jornal se compromete a oferecer um parecer à Autoridade Nacional de Proteção de Dados em até 5 dias úteis, demonstrando as causas, as medidas adotadas a partir do vazamento e o plano de mitigação.
O LETTRA DIGITAL também se compromete a notificar todas as pessoas potencialmente afetadas por um eventual vazamento e compartilhar com elas uma explicação detalhada do ocorrido.
ContatoPara entrar em contato com a pessoa Encarregada de Proteção de Dados do LETTRA DIGITAL, envie um e-mail para e-mail redacao@lettradigital.com.br.
Para qualquer outra questão sobre este relatório, entre em contato por meio do mesmo e-mail redacao@lettradigital.com.br.
Nos termos da lei, qualquer pessoa tem o direito de enviar um requerimento à Autoridade Nacional de Proteção de Dados a respeito do tratamento de seus dados pessoais por qualquer empresa.
São Paulo e Jundiaí, SP, Brasil,  20 de novembro de 2020.

© 2021 | Todos os direitos deste material são reservados ao LETTRA DIGITAL Comunicação e Serviços Ltda., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.